Chegou a Primavera!

Chegou a Primavera!

Chegou a primavera e, com ela, muitas flores e cores! A estação traz consigo possibilidades de inovar no look e no uso das semijoias. Para os próximos meses, por exemplo, estão em alta os maxi brincos, as argolas e os colares! As pulseiras e o mix de anéis também já estão prontos para brilhar, pois a chegada do calor deixa sempre muita pele à mostra, o que dá lugar para os acessórios se destacarem. É por isso, também, que vale abusar das peças com pedrarias, principalmente em tons de rosa, azul, verde e violeta.

De acordo com as últimas tendências no mundo, dois estilos tomam conta do momento quando o assunto é semijoias: boho (mistura de uma moda boêmia com o folk)  e neo vintage (um tipo de retrô repaginado). Pérolas. muito dourado, maxi argolas e colares são exemplos do primeiro estilo. Já as peças com elementos florais, mix de colares e pulseiras e tons rose fazem parte do neo vintage.

Combinar as duas tendências não é muito difícil. E, embora os estilos estejam em alta, você não precisa se vestir da cabeça aos pés seguindo os mesmos, certo? Os acessórios são fundamentais em um look mais básico, por exemplo, e nesse caso vale incorporar semijoias com mais liberdade. Você pode investir em joias com pérolas e pedrarias nos tons rose; apostar no dourado e nas flores ao mesmo tempo; fazer um mix de colares misturando um max com outros mais básicos etc.

O que vale é apostar na ousadia que a primavera permite! Floresça!

 

Semijoias para crianças

Semijoias para crianças

Você pode estar se perguntando: semijoias combinam com crianças? Sim! É claro que uma série de fatores devem ser levados em conta na hora de escolher uma semijoia infantil, desde o tamanho até o tipo de material em que a peça é produzida, afinal de contas com criança os cuidados são redobrados. A partir daí, as semijoias passam a ser mais um toque para deixar o estilo infantil mais alegre e divertido. Já imaginou os pequenos com peças cheias de elementos lúdicos para enriquecer e libertar a imaginação? Ou ainda acessórios com flores e animais fofinhos com os quais a criança se identifique? Muito amor!

Mas, voltando a falar sobre cuidados, a primeira coisa a que se deve atentar é se a semijoia é livre de níquel, metal que pode causar reações alérgicas, desde uma leve irritação até quadros infecciosos. Como as crianças tendem a ser mais sensíveis, o ideal é escolher semijoias banhadas a ouro, já que alergias a este metal nobre são bem mais raras.

Outro ponto importante é escolher as peças pensando nas crianças e não apenas em nosso próprio gosto. Dos recém-nascidos às crianças mais velhas, que já são capazes de escolher o que querem usar, há sempre uma alternativa totalmente apropriada para a faixa etária. Essas opções vão desde semijoias mais delicadas, fininhas e menos agressivas, como brincos e pulseirinhas para bebês, até anéis, correntes, braceletes e colares para meninas e meninos mais velhos.

Também é bom ficar de olho quanto à conservação das joias, aos fechos e às travas. Eventualmente, durante brincadeiras, pode ocorrer de pulseiras e correntes se abrirem acidentalmente, por exemplo. Para evitar que isso aconteça e que as crianças percam os acessórios, vale buscar semijoias com fechos grossos e reforçados. Caso contrário, o prejuízo pode ser financeiro e até mesmo sentimental, em caso de perda.

Escolher a joia ideal vai além da beleza. Seguindo todas essas dicas, é possível adquirir uma peça segura, que não faça mal à criança e que seja totalmente apropriada para ela!