Semijoias douradas: como usar?

Usar acessórios para compor um look mais completo é extremamente essencial. Sem eles, sempre ficar faltando algo no visual e não transmitimos tudo aquilo que gostaríamos de mostrar, não é mesmo? As semijoias fazem parte de um grupo de acessórios que devem ser levados muito a sério por quem curte sair bem vestida por aí.

O dourado, por exemplo, é uma cor presente em joias e semijoias há milhares de anos. Simboliza o ouro e é sinônimo de poder, requinte, tradição e sofisticação. Acessórios assim são bonitos, chiques e elegantes, mas combinações erradas podem ter efeito contrário e deixar o visual over. Devemos tomar alguns cuidados, pois eles são mais chamativos e podem pesar no visual.

Para começar, o dourado não é exclusividade da noite. Dependendo do acessório, cai muito bem de dia também. O melhor é usar peças menores de dia e maiores à noite, mas tudo depende da roupa. De um modo geral, peças grandes ficam melhor com roupas mais discretas. Já as peças menores costumam cair bem com roupas cheias de detalhes ou estampas.

Uma dúvida muito comum na hora de combinar acessórios é se podemos misturar dourado com prateado. Ao contrário do que muita gente pensa, isso é totalmente possível, porém as peças precisam sempre conversar entre si, deixando a produção equilibrada. Por isso, observar o material é importante. Se a peça dourada for fosca, combina com peças de prata fosca; se tiver mais brilhos, com peças do mesmo estilo. Da mesma forma, as peças devem seguir uma mesma proporção de tamanho e de formato.

Os acessórios que usamos vão muito além da beleza e da boa apresentação. Eles têm a ver com verdade, firmeza, atitude e estilo de vida. Por isso, atente-se às dicas, mas sempre dê o seu toque pessoal e, principalmente, sinta-se feliz!

Semijoias para homens

Não são apenas as mulheres que usam semijoias. Nos pulsos, no pescoço, nas orelhas ou nos dedos, as semijoias estão sendo cada vez mais procuradas pelos homens. Em busca de estilo para o seu visual, as peças voltadas para esse público estão em ascensão, tanto modelos exclusivos quanto aqueles que, antigamente, pertenciam apenas ao universo feminino.

Quando falamos de pulseiras, por exemplo, além dos modelos tradicionalmente mais pesados e soltos, existem aquelas não tão grossas e mais justas ao pulso, que são usadas como um complemento ao relógio. Dessa forma, combinam com vários estilos de roupa, desde uma regata até o terno.

Já no caso dos brincos, acessórios que ficam mais visíveis, os mais procurados são os modelos pequenos e básicos. Para deixar o visual mais moderno e sofisticado, eles optam por aqueles que possuem ponto de luz, ou seja, alguma pedraria discreta, normalmente branca ou preta.

Sobre colares ou cordões, assim como acontece com as pulseiras, alguns preferem as correntes grossas e com elos maiores; outros gostam mais dos básicos, com correntes finas. Neste último caso, optam inclusive por acrescentar pingentes em formato de medalha de proteção ou palavras significativas.

E, para finalizar, ainda há os anéis que são encontrados em uma enorme variação de peças para o público masculino. Muitos homens gostam de usar modelos lisos e simples, parecidos com alianças, mas há também modelos mais ousados e largos, com pedras ou palavras, por exemplo.

Independente da preferência na hora de montar o look, hoje encontramos um mercado cada vez mais amplo para este público, com grande variedade de peças. Além disso, muitas semijoias são universais e abrangem tanto homens quanto mulheres. De acordo com o estilo de cada um, o que vale é se sentir bem e ter criatividade na hora de escolher as melhores combinações!